COMPARTILHE:




Adaptação de gatos: veja dicas para ajudar o bichano

A adaptação de gatos pode ser um tema delicado. Isso porque, apesar de fofos e divertidos, nossos amigos peludos possuem uma personalidade forte e não muito favorável a mudanças de rotina.


Ao chegar em uma casa nova, por exemplo, o bichano pode ficar receoso, estressado e arisco. Inclusive, existe o risco dele desenvolver problemas de relacionamento.


Seu felino passa por esse problema? Separamos dúvidas comuns de tutores e consultamos uma especialista que nos deu dicas de como fazer adaptação de gatos a uma nova realidade. Acompanhe e aprenda mais sobre o tema!


Por que meu gato muda de comportamento quando há mudança na rotina?


Até gateiros mais experientes sabem que é preciso muito conhecimento para ajudar a adaptação de gatos em um novo lar. Por isso, entender o temperamento do seu filho de quatro patas é o primeiro passo para esse processo.


Para nos ajudar a entendê-los, a médica-veterinária, Dra. Cássia Paulon, explica a personalidade dos peludos. "Gatos são animais territorialistas", afirma a especialista. Ela complementa que isso acontece porque nossos amigos ainda carregam boa parte de suas características selvagens.


Quando os felinos exploram bem uma área, sabem que não há riscos ou predadores espalhados, desse modo, preferem ambientes que já conhecem. Por isso, se a rotina do gato muda, ele logo fica desconfiado.


Com o novo comportamento do bichano, nos perguntamos se essas mudanças na rotina apresentam algum risco e se atrapalham, por exemplo, na adaptação de gato a novos donos. Compreender essa fase é essencial para a adaptação dos felinos.


Como perceber que o peludo está com problema para se adaptar?


Muitas vezes, o comportamento do gato não é bem interpretado e o tutor acredita que o pet está apenas sendo malcriado. Isso acontece porque nem sempre é simples perceber que seu amigo peludo está com problemas em se acomodar.


A Dra. Cássia nos apresentou alguns sinais que podem indicar a dificuldade de adaptação de gatos à nova rotina:


Urina no local errado


Gatos são conhecidos por sua higiene. Nossos amigos felinos naturalmente buscam a caixinha de areia para fazer suas necessidades. Quando isso não acontece, eles podem estar tentando marcar seu território. Assim, quando um gato urina no lugar errado, pode estar tentando se comunicar.


Esconder-se por longos períodos


Os bichanos, assim como outros pets, possuem personalidades distintas. E a adaptação de gatos em casas novas pode afastá-los, fazendo com que fiquem longas horas sem dar as caras durante um longo período.


Agressividade


Quem convive com um bichano sabe que ele é um pet diferente dos outros. De acordo com estudos, os gatos veem seus tutores como seus semelhantes. Por isso, se um bichano se torna agressivo com sua própria família, há algo errado!


Apesar desses sinais serem os mais recorrentes, a especialista lembra que cada pet terá seu comportamento. A má adaptação de gatos com outros gatos, de maneira geral, pode causar alteração de atitude súbita após uma mudança na família.


O que causa má adaptação de gatos?


Não é só um bichano recém-chegado que terá problemas de comportamento, já que, segundo especialistas, a má adaptação de gato filhote pode ocorrer em diversas situações.


Para a Dra. Cássia, "tudo que muda a rotina ou os hábitos dos gatos e de sua família pode causar complicações". Sendo assim, atente-se a alguns sinais que podem fazer seu pet pedir ajuda:


- Mudança de casa;

- Mudança na família;

- Chegada de um novo pet;

- Chegada de outros membros da família,


Despedidas de familiares queridos.


Não somente a chegada e a partida afetam os bichanos. Segundo a Dra. Cássia, uma mudança na rotina da família, mesmo que sutil, pode deixar o pet mais sensível. Um novo emprego com uma jornada maior, por exemplo, pode fazê-lo se sentir deixado de lado e, assim, causar problemas de adaptação de gatos.


O que faço para o meu gatinho se adaptar?


Se você se pergunta como fazer adaptação de gatos, existem algumas atitudes simples para ajudar seu amigo a passar por esse período. De acordo com a Dra. Cássia, algumas das atitudes que podem contribuir para uma melhora no comportamento são:

Atenção e carinho: os pets precisam de atenção e carinho para superar momentos difíceis. Trate seu amigo com respeito e perceba as necessidades dele, principalmente nesse período. Em breve, ele irá perceber que está tudo bem e vai conseguir uma melhor adaptação,


Atividades: gatos são pets muito ativos, por isso, tenha certeza de que seu amigo pratica atividades rotineiras para garantir maior qualidade de vida.


A veterinária lembra que, para uma boa adaptação de gatos em novo ambiente, o enriquecimento ambiental é um grande aliado. Essa prática consiste em criar um lar estimulante para o animal, com acessórios que remetam à sua própria natureza.


Prateleiras em alturas variadas, locais onde o pet possa se esconder, jogos e arranhadores que oferecem recompensas são excelentes maneiras de deixar o espaço mais convidativo!


fonte: BLOG PETZ




limpador eliminador de odores
LIMPADOR ELIMINADOR DE
ODORES COM REPELENTE

saiba mais

eliminador de odores
ELIMINADOR DE ODORES
COM REPELENTE

saiba mais

eliminador de odores
ELIMINADOR DE ODORES
COM REPELENTE

saiba mais

coleira genco pet
COLEIRA LUMINOSA
COM LED GENCO® PET

saiba mais




Fique por dentro das novidades

Siga-nos em nossas redes sociais




rss_feed