COMPARTILHE:




Como os gatos se comunicam?

Após algum tempo de convívio, todo tutor consegue identificar os miados e comportamentos de seu bichano. Mas, as dúvidas sobre o que esses peludinhos realmente querem dizer ainda pairam no ar.


Os sinais de comunicação podem ser divididos em quatro categorias específicas. São atitudes, trejeitos e vocalizações que explicam um pouco sobre a linguagem dos gatos e como esses animais "conversam" entre si e com os humanos.


Como os gatos se comunicam de forma tátil


Esse tipo de comunicação ocorre entre membros do mesmo grupo social. Portanto, ela é muito útil para que os tutores possam entender o comportamento dos gatos.


Lambidas de gato


Chamado pelos especialistas de allogrooming, o hábito de alguns gatos de se lamberem mutuamente é muito positivo. O ato é comum em situações pós-conflitos, como uma reconciliação. Outros bichanos fazem isso para iniciar uma brincadeira.


Hábito de se esfregar


Mesmo que nem sempre seja mútuo, as características dos gatos incluem o fato deles se esfregarem em um amigo, algo super comum no universo felino. A mania, nomeada de allorubbing, também é praticada pelo pet com seu tutor.


Mas, muito cuidado! Alguns tutores confundem o ato como um pedido por comida e petiscos, dando abertura aos maus hábitos alimentares. Porém, na maioria das vezes se trata apenas de uma demonstração de carinho.


A sinalização olfativa faz parte da comunicação felina


Essa forma de comunicação é bastante complexa. Isso porque esses animais possuem percepções olfativas diferentes das que nós, humanos, temos.


De todo modo, esse recurso biológico funciona como um sinal de distanciamento entre os gatos. A sinalização olfativa também é muito importante no comportamento sexual dos bichanos.


Confira alguns exemplos de como os gatos utilizam a sinalização olfativa:

Esfregar: os gatos depositam sinais de odor em objetos, outros animais e humanos em seu ambiente;

Coçar: mesmo que pareça uma sinalização visual, o ato de coçar deposita sinais de odor na patinha do animal,

Marcar território: a deposição de fezes e urina pode ser utilizada para marcar locais estratégicos no território do felino.


A postura diz muito sobre como os gatos se comunicam


Um tutor responsável deve ficar sempre de olho na sinalização visual do seu felino. Se o gato está chorando, ou com uma postura corporal pode dar a primeira impressão do estado emocional do bichano porque demonstra níveis de medo e agressão.


Outro ponto interessante é que as emoções transparecem pela expressão facial desses animais. Separamos alguns exemplos de postura corporal que os gatos utilizam na comunicação.


Costas arqueadas


Esse comportamento é uma das posturas de blefe mais reconhecidas dos gatos. É bastante utilizada para dar uma impressão de maior estatura em um encontro mais hostil.


A postura defensiva também indica uma antecipação de confronto. Na maioria das vezes, ela é acompanhada pela cauda levantada e eriçada, que aumenta a aparência geral no tamanho corporal.


Agachamento


Quando uma ameaça surge pela frente e as opções de blefe diminuem, o felino adota a posição de agachamento. A postura está associada ao peso corporal sendo deslocado para as patas do animal, pronto para uma rápida retirada.


Para chamar a atenção de seus colegas da mesma espécie ou do seu tutor, o gatinho pode utilizar a técnica de rolamento. O pet fica em posição lateral como uma forma de pedir carinho ou brincadeira.


No entanto, existem algumas exceções. O rolamento também é realizado pelas fêmeas no cio para disseminar o odor corporal e atrair os machos.


Posições das orelhas


O comportamento dos felinos pode ser entendido facilmente através das orelhas. Quando elas estão eretas e viradas para frente, o animal está em estado de atenção. Ao ficar com medo, o pet deixa elas abaixadas.


Situações de confiança e agressividade são caracterizadas por orelhas erguidas viradas para trás. Nos momentos em que ele está com medo e agressivo, elas ficam também ficam para trás, mas, dessa vez, abaixadas.


Aspecto da cauda


Além de servir para o equilíbrio corporal, a cauda sinaliza atitudes e impressões do bichinho. A maneira como o rabinho se move, por exemplo, transmite informações do nível de excitação emocional do bichano.


O papel da vocalização na comunicação dos gatos


Como dissemos, boa parte dos sinais de comunicação que apresentamos serve para aumentar ou manter a distância entre os felinos. No entanto, as vocalizações incluem outros objetivos, que vão desde uma saudação como fases do acasalamento.


Sinais como o ronronar ou vibrações são feitos com a boca fechada. Enquanto isso, um gato miando muito são realizados com a boquinha aberta, fechando gradualmente.


Já os sinais como resmungos, uivos, rosnados, sopro e gritos de dor são chamados de intensidade forçada. Eles são reproduzidos enquanto a boca é mantida aberta, em uma posição fixa.


Vale ressaltar que a comunicação vocal é amplamente utilizada nas interações do gato com os humanos. Muitos tutores relatam barulhinhos únicos feitos pelos gatinhos que possuem em casa.



fonte: BLOG PETZ




limpador eliminador de odores
LIMPADOR ELIMINADOR DE
ODORES COM REPELENTE

saiba mais

eliminador de odores
ELIMINADOR DE ODORES
COM REPELENTE

saiba mais

eliminador de odores
ELIMINADOR DE ODORES
COM REPELENTE

saiba mais

coleira genco pet
COLEIRA LUMINOSA
COM LED GENCO® PET

saiba mais




Fique por dentro das novidades

Siga-nos em nossas redes sociais




rss_feed