COMPARTILHE:




Latido de cachorro: descubra o significado desses sons

Um latido aqui outro ali é normal e não incomoda os tutores. Afinal, o som é divertido e nos lembra das particularidades da espécie que se tornou a melhor amiga dos seres humanos. Porém, quando se torna excessivo, o latido de cachorro pode prejudicar o convívio com o pet.


Se isso acontecer, é importante ter em mente que não adianta apenas reprimir o seu amigo. Lembre-se que o latido de cachorro é uma maneira dele se comunicar.


Por isso, antes de repreender, é essencial tentar entender porque os cachorros uivam e o que seu amigo quer dizer. Vamos descobrir?


Afinal, porque os cachorros latem?


Pelo mesmo motivo que gatos miam, golfinhos emitem vibrações e nós usamos a fala. Isto é, para os cachorros, os latidos são uma forma de se comunicar!


Isso, não só com indivíduos da própria espécie, como também com os tutores. Por exemplo: muitos já passaram pela situação de serem chamados com o latido de cachorro para ver algo inusitado.


No entanto, cachorros latindo também podem expressar que o pet está com algum incômodo, ou mesmo dor. Dessa forma, da próxima vez que seu amigão começar a latir mais que o normal, vale a pena investigar a causa!


5 razões para entender o latido de cachorro


Se o latido de cachorro é uma forma de seu filho de quatro patas te dizer alguma coisa, nada mais justo do que você tentar compreendê-lo. Pensando nisso, listamos abaixo alguns dos principais motivos para entender porque os cachorros latem.


1. Latido de cachorro também pode ser alerta de perigo


Um aspecto relevante a respeito dos cães é que eles são seres muito sociais. Por isso, quando se sentem ameaçados, seu primeiro instinto é avisar a matilha, e para isso eles usam os latidos.


Nesse sentido, é importante lembrar que os cães não têm o mesmo entendimento que a gente das situações à sua volta. Ou seja, mesmo acontecimentos triviais como a chegada do carteiro ou o barulho de um escapamento na rua podem despertar o latido de cachorro.


Trata-se de algo natural, mas, se perceber que o pet se assusta com tudo, vale a pena apostar no adestramento de cães para aumentar a confiança dele.


Por meio do reforço positivo, você pode acostumá-lo com a chegada de estranhos e também aos barulhos, como trovões. Quanto ao som do latido, ele geralmente é firme e alto.


2. Latido de cachorro indica o tédio e/ou ansiedade


Da mesma forma que algumas pessoas, os cãezinhos também podem desenvolver certos comportamentos quando estão entediados ou ansiosos. Lamber as patinhas compulsivamente, por exemplo, é um deles. Outro é latir excessivamente, principalmente em se tratando de ansiedade por separação.


Em geral, os sons de ansiedade são mais longos e agudos. Para diminuir os latidos, procure não estimular a euforia do pet ao sair de casa e, às vezes o calmante para cachorro parar de latir pode ser ótima opção.


Além disso, invista no enriquecimento ambiental, com muitos brinquedos interativos que possam distrair o pet na sua ausência. Por fim, passeie diariamente com o peludo e tire uma hora do seu dia para brincar com ele.


3. Cachorro late quando está com sede e/ou fome


Dentro de casa, os cachorros não conseguem providenciar a própria água ou encontrar comida. Eles dependem dos tutores. Por isso, se algum dia você se esquecer de oferecer alimento ou água, não estranhe se ele começar a latir para chamar sua atenção. Essa é a forma que ele tem de dizer: "Ei, estou com sede! Você pode colocar água para mim?".


Latidos desse tipo costumam ser firmes e insistentes, e não é raro que o cachorro tente levá-lo para em direção ao comedouro ou bebedouro (eles são realmente muito espertos).


Se não quiser que esses latidos se tornem um hábito, não tem jeito: é preciso criar uma rotina com horários de alimentação. Assim, o pet não fica com fome e não precisa pedir o alimento. Já a água deve ser fresca e estar disponível o tempo todo, de preferência em mais de um local da casa.


4. Latido de cachorro para chamar a atenção


Em 2015, um caso envolvendo uma cadela ganhou os noticiários. No quintal, a pet corria e era daquele tipo de cachorro que não para de latir. Além disso, ela estava sempre apontando para o que parecia ser um lençol no chão.


Ao se aproximar, a tutora Maria Cléa percebeu que se tratava de um bebê abandonado, que pôde ser resgatado graças à ajuda da cachorra Safira. Felizmente, situações como essa são comuns.


Mas, no dia a dia, o latido de cachorro serve para chamar a atenção de seus tutores para diversos fatores. Inclusive para si próprios quando querem brincar ou receber carinho. Preste sempre atenção! Você pode se surpreender.


5. Cachorro late quando está com dor


Cada cachorro tem seu jeito de se expressar quando está com algum incômodo. Em situações de dor, enquanto alguns se tornam mais quietinhos e até mesmo perdem o apetite, outros podem latir para aliviar a sensação.


Uma das dicas para tentar identificar quando o latido de cachorro é por dor é observar se o comportamento começou de forma repentina. Além disso, fique atento a outros sinais como a já mencionada falta de apetite, apatia e dificuldade de locomoção. Ao perceber qualquer um deles, o médico-veterinário deverá ser consultado o quanto antes!



fonte: Blog PETZ




limpador eliminador de odores
LIMPADOR ELIMINADOR DE
ODORES COM REPELENTE

saiba mais

eliminador de odores
ELIMINADOR DE ODORES
COM REPELENTE

saiba mais

coleira genco pet
COLEIRA LUMINOSA
COM LED GENCO® PET

saiba mais




Fique por dentro das novidades

Siga-nos em nossas redes sociais




rss_feed